Caminhos de Ferro de Portugal

Ligações TGV a Lisboa

Porto-Lisboa

Vantagem em possuir uma ligação ferroviária de qualidade entre Norte-Sul, mesmo que o investimento seja elevado, já que a estrada A1 é a maior fonte de receitas da Brisa e o seu tráfico ter quase duplicado nos últimos 10 anos (Rodrigues, 2002 b, p. 2)

Linha actual do Norte transporta uma baixa percentagem de pessoas e mercadorias dada a sua baixa competitividade e eficiência (Rodrigues, 2002 b, p. 2)

Para que o transporte ferroviário no eixo Norte-Sul seja rentável deverá cumprir os seguintes objectivos:

  • Elevada pontualidade e ser competitiva perante avião e automóvel, com tempo de viagem recomendado igual a uma hora e meia (Rodrigues, 2002 b, p. 2)
  • Custo de cada bilhete em 2ª classe, ida e volta, deverá ser menos de metade do custo de uma viagem de automóvel, já que a grande percentagem das viaturas que circula na A1 transporta 1 ou 2 pessoas (Rodrigues, 2002 b, p. 2)
  • Estar coordenado com aeroportos e rede ferroviária existente, possuindo estações comuns às linhas actuais em Lisboa, Porto, Gaia, Coimbra, Aveiro e Braga e ligando-se também com o metro das quatro primeiras cidades (Rodrigues, 2002, b, p. 2)
  • Estar preparada para transporte de passageiros e mercadoria,e, logo que possível, em bitola europeia (Rodrigues, 2002 b, p. 2)
  • As estações das princípais cidades deverão estar coordenadas com todos os transportes rodoviários (Rodrigues, 2002 b, p. 2)

Cidades que conseguiram melhorar substancialmente a sua mobilidade basearam-se em três medidas:

Resrição do uso do automóvel (Rodrigues, 2004, p. 5)

Correcto planeamento do território (Rodrigues, 2004, p. 5)

Promoção do transporte público (Rodrigues, 2004, p. 5)

A uma distância de 300 Km a diferença de tempos é de apenas 21 minutos, de 1h e 36 min para 1h e 15 min (Rodrigues, 2002 b, p. 3)

Estrada A1 fará concorrência às novas linhas ferroviárias (Rodrigues, 2002 b, p. 2) 

Apreciação das consequências para ligação Lisboa-Porto da Ota e TGV combinados (Oliveira, 2005)

Serviço actual Alfa é péssimo em face das expectativas criadas e custo de obra (Semiaramis, 2003)

Madrid-Lisboa

Ligação da região de Madrid, com 5,5 milhões de habitantes, com a de Lisboa, com 3,3 milhões, em cerca de duas horas e meia para os comboios directos (Rodrigues, 2002 a, p. 2)

Aproximação considerável de Lisboa das maiores cidades vizinhas espanholas: Valência e Barcelona (Rodrigues, 2002 a, p. 2)

Futura rede será percorrida por comboios de AV de velocidade máxima de 350 Km/h, e comboios de VE de velocidade máximas de 250 Km/h (Rodrigues, 2002 a, p. 3)

Velocidade média é, no entanto, cerca de 75% da velocidade máxima (Rodrigues, 2002 a, p. 4)

Comboios de AV farão a viagem sem paragens, enquanto que comboios de VE farão ligação entre pontos intermédios (Rodrigues, 2002 a, p. 3)

Futura linha Lisboa-Badajoz-Madrid irá permitir a ligação dos portos de Sines, Setúbal e Lisboa à rede espanhola, em bitola europeia, para o transporte de cargas que não excedam as 17 Ton/Eixo (Rodrigues, 2002 a, p. 3)

Duas maiores consequências da AV: incremento de turismo e do sector imobiliário e o desenvolvimento das cidades intermédias (Rodrigues, 2002 a, p. 3)

Utentes poderão viver em Évora e trabalhar em Lisboa, já que a viagem apenas demorará 30 minutos (Rodrigues, 2002 a, p. 6)

Apreciação das consequências para ligação Lisboa-Madrid da Ota e TGV combinados (Oliveira, 2005)

Alternativa a Lisboa-Badajoz: Sines-Badajoz (Rodrigues, 2006, p. 5)

Ligação Sines-Badajoz não cumpre um dos princípais objectivos, que seria unir os três portos do Sul: Lisboa, Sines e Setúbal a Badajoz em bitola europeia (Rodrigues, 2006, p. 5)

Deverá ser dada prioridade à linha mista Lisboa-Badajoz e a sua conexão aos três portos do Sul (Rodrigues, 2006, p. 7)

Análises feitas por concultores nacionais e internacionais referem como princípais razões do insucesso na captação de investimento empresarial e impedimento do seu desenvolvimento a descentralizãção geográfica de Sines e a má qualidade das ligações ferroviárias internas e inexistência de ligações ferroviárias externas (Semiaramis, 2003)

Ligação Lisboa-Porto deveria ser iniciada em simultâneo com Lisboa-Madrid (Semiaramis, 2003)

Referências

OLIVEIRA, João. Notas de Aveiras. [em linha]. , Blogger, San francisco, 2007 [Consult. 26 Nov. 2007]. Disponível em:
http://aveirolx.blogspot.com/2005/12/opinio-pessoal-sobre-tgv-e-ota.html

RODRIGUES, Rui . AV Lisboa Madrid. A nova esperança do Alentejo. [em linha]. Público, Lisboa, 2002 a [Consult. 26 Nov. 2007]. Disponível em: http://www.maquinistas.org/pdfs_ruirodrigues/LISBMAD.pdf

RODRIGUES, Rui . Custos da mobilidade em Lisboa. [em linha]. Público, Lisboa, 2004 [Consult. 26 Nov. 2007]. Disponível em: http://www.maquinistas.org/pdfs_ruirodrigues/AML1.pdf

RODRIGUES, Rui . Ligações Norte Sul. [em linha]. Público, Lisboa, 2002 b [Consult. 26 Nov. 2007]. Disponível em: http://www.maquinistas.org/pdfs_ruirodrigues/LP1.pdf 

RODRIGUES, Rui . O erro da linha Sines-Badajoz. [em linha]. Público, Lisboa, 2006 [Consult. 26 Nov. 2007]. Disponível em: http://www.maquinistas.org/pdfs_ruirodrigues/sines-badajoz.pdf

Semiaramis. TGV Porto-Lisboa-Madrid e a ligação Sines-Europa. [em linha]. [Consult. 26 Nov. 2007]. Disponível em: http://semiramis.weblog.com.pt/arquivo/2003/11/tgv_portolisboa.html

30-11-2007 16:29 Diogo Aurélio

2 comentários »

  1. Este comentário refere-se a uma versão anterior desta página.

    Tema muito importante.

    Informação disponível trabalhada.

    Várias referências.

    Assuntos mal arrumados.

    Podia ter usado pontos na segunda lista («três medidas:»).

    Citações e referências incorrectas.

    4 pontos

    Comentar por Virgílio A. P. Machado — Dezembro 11, 2007 @ 12:33 am

  2. Tema muito importante.

    Informação disponível trabalhada.

    Várias referências.

    Assuntos mal arrumados.

    Citações e referências incorrectas.

    4 pontos

    Comentar por Virgílio A. P. Machado — Dezembro 11, 2007 @ 12:59 am


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: