Caminhos de Ferro de Portugal

Velocidades em comboios TGV

Definições

O que é a alta velocidade? (Angoiti, 2005, p. 6)

Linhas clássicas, de velocidade elevada e de alta velocidade (Sá, 2005, p. 4)

A muito alta velocidade (Sá, 2005, p. 5)

Comboio pendular de velocidade elevada (Sá, 2006, p. 13)

Linhas clássicas melhoradas (Sá, 2006, p. 11)

As linhas mistas (Sá, 2005, p. 5)

Cruzamento de comboios a velocidades altas (Sá, 2006, p. 22)

Recorde mundial de velocidade em caminhos-de-ferro (Sá, 2007, p. 1)

Realidade no Terreno

A alta velocidade (AV) e a velocidade elevada (VE). Alguns exemplos de velocidades máximas praticadas (Sá, 2005, p. 1-2)

  • A alta velocidade (Sá, 2005, p. 1)
  • A velocidade elevada (Sá, 2005, p. 1-2)

A AV e a VE na Europa. Alguns exemplos actuais de velocidades comerciais (Sá, 2005, p. 2-7)

  • Linhas internacionais (Sá, 2005, p. 2-3)
  • Linhas nacionais (Sá, 2005, p. 3-7)

O exemplo Francês (Sá, 2007, p. 8,10; Prieto, 2005, p. 3)

  • Paris-St. Lyon (Prieto, 2005, p. 3)
  • Lyon-Valence (Prieto, 2005, p. 3)
  • Lille-fronteira Belga (Prieto, p. 3)
  • Paris-Reims (Sá, 2007, p.8)
  • Paris-Estrasburgo (Sá, 2007, p.8)
  • Paris-Metz (Sá, 2007, p.8)
  • Paris-Nancy (Sá, 2007, p.8)

O exemplo Espanhol (Sá, 2007, p. 10; Prieto, 2005, p. 3)

  • Madrid-Saragoça (Sá, 2007, p. 10)
  • Madrid-Lleida-Lérida (Sá, 2007, p. 10)
  • Madrid-Sevilha (Prieto, 2005, p. 3)
  • Madrid-Lérida (Prieto, 2005, p. 3)
  • Lérida-Barcelona (Prieto, 2005, p. 3)

O exemplo Italiano (Sá, 2007, p. 10; Prieto, 2005, p. 3)

  • Roma-Florença (Sá, 2007, p. 10)
  • Roma-Bolonha (Sá, 2007, p. 10)
  • Roma-Firenze-Florença (Prieto, 2005, p. 3)

O exemplo Alemão (Sá, 2007, p. 10-11; Prieto, 2005, p. 3)

  • Berlim-Wolfsburg (Sá, 2007, p. 10)
  • Mannheim-Estugarda (Sá, 2007, p. 11)
  • Hannover-Wurzburg (Prieto, 2005, p. 3)
  • Hannover-Berlim (Prieto, 2005, p. 3)
  • Frankfurt-Colónia (Prieto, 2005, p. 3)

O exemplo Holandês (Prieto, 2005, p. 3)

  • Amsterdam-fronteira Belga (Prieto, 2005, p. 3)

O exemplo Belga (Prieto, 2005, p. 3)

  • Bruxelas-Paris (Prieto, 2005, p.3)

O exemplo do Reino-Unido (Sá, 2007, p. 13)

  • Paris-Londres (Sá, 2007, p. 13)

Algumas noções elementares sobre transportes ferroviários (Sá, 2006, p. 5-8)

  • Velocidades máximas nos comboios de passageiros em Portugal (Sá, 2006, p. 6-7)
  • Prioridade aos investimentos em AV (Sá, 2006, p.8)

O que fazer com a linha do Norte? (Rodrigues, 2002, p. 3-6)

  • A linha do Norte (Rodrigues, 2002, p. 3)
  • Linha do Norte – percentagens/velocidade (Rodrigues, 2002 p. 4)
  • Percentagens/velocidade acumuladas (Rodrigues, 2002, p. 4)
  • Pontos quilométricos e referências (Rodrigues, 2002, p. 5-6)

Planeamento?

Velocidades máximas previstas (Sá, 2006, p. 1-2)

A impossibilidade da AV 1 (Sá, 2006, p. 23)

A impossibilidade da AV 2 (Sá, 2006, p. 34)

Framework de serviço logístico para a carga em AV/VE (Dias, 2005, p. 10-11)

TGV no Mundo

O enquadramento mundial da AV (Antunes, 2004)

Opinião

Reflexões sobre o TGV (Fernandes, 2007)

Referências

ANGOITI, Ignacio. Projectos de Alta Velocidade na Europa [PDF em linha]. Lisboa, Dezembro 2005 [consult. em 10 de Outubro 2007]. Disponivel em: http://www.moptc.pt/tempfiles/20060227144926moptc.pdf

PRIETO, Eugenio. Alta Velocidade – Realidade Europeia [PDF em linha]. Lisboa, Dezembro 2005 [consult. em 15 de Outubro 2007]. Disponivel em: http://www.moptc.pt/tempfiles/20060227144934moptc.pdf

SÁ, Henrique. O Novo Recorde Mundial de Velocidade nos Caminhos-de-Ferro e a Alta Velocidade [PDF em linha]. Lisboa, Setembro 2007 [consult. em linha em 10 de Outubro]. Disponivel em: http://www.maquinistas.org/pdfs_hos/recorde.pdf

SÁ, Henrique. Nos bastidores da Alta Velocidade [PDF em linha]. Lisboa, Setembro 2006 [consult. em 9 de Outubro]. Disponivel em: http://maquinistas.org/pdfs_hos/bastidoresaltavelocidade.pdf

SÁ, Henrique. Ainda a AV e a VE nos Caminhos-de-Ferro : A Força dos Números [PDF em linha]. Lisboa, Setembro 2005 [consult. em linha em 5 de Outubro]. Disponivel em: http://maquinistas.org/pdfs_hos/aforcadosnumeros.pdf

SÁ, Henrique. O TGV e a Alta Velocidade, perduram as confusões [PDF em linha]. Lisboa, Agosto 2005 [consult. em 10 de Outubro 2007]. Disponivel em: http://maquinistas.org/pdfs_hos/tgvaltavelocidadeconfusoes.pdf

RODRIGUES, Rui. A encruzilhada da linha do Norte [PDF em linha]. Lisboa, Maio 2002 [consult. em linha em 9 de Outubro]. Disponivel em: http://maquinistas.org/pdfs_ruirodrigues/LNORTE.pdf

DIAS, Eurico. Estratégias Logísticas para a Carga [PDF em linha]. Lisboa, Dezembro 2005 [consult. em linha em 10 de Outubro]. Disponivel em: http://www.moptc.pt/tempfiles/20060227124004moptc.pdf

ANTUNES, Rogério. A Alta Velocidade Ferroviária – breve enquadramento mundial [em linha]. Maio de 2004 [citado em 4 de Outubro de 2007]. Disponivel em: http://www.ciari.org/opiniao/alta_velocidade_ferroviaria.htm

FERNANDES, Mario. Reflexões sobre o TGV [em linha]. Março de 2006 [citado em 5 de Outubro de 2007]. Disponivel em: http://www.ordemengenheiros.pt/Default.aspx?tabid=1945

2007-10-25 19:11 tiagogvaranda

4 comentários »

  1. Este comentário refere-se a uma versão anterior desta página.

    Informação disponível trabalhada.

    Página curta.

    Retirar citação numerada no título.

    Onde se lê comercias, deve ler-se comerciais.
    km, Km
    Alta Velocidade – AV -, Alta Velocidade (AV)
    espanhol, Espanhol
    38m, 38 minutos

    Precisão exagerada em 261,5 e 273,5 Km/h.

    Deixar sempre um espaço entre parágrafos

    Reescrever parágrafos seis e oito.

    Data e nome por ordem inversa.

    5 pontos

    2007-10-11

    Comentar por Virgílio A. P. Machado — Outubro 17, 2007 @ 11:46 pm

  2. Este comentário refere-se a uma versão anterior desta página.

    Tema muito importante.

    Várias referências.

    Informação disponível trabalhada.

    Ainda com problemas de formatação do texto, citações e referências.

    Alterar o título para «Comboio de Grande Velocidade (TGV)».

    5 pontos.

    Comentar por Virgílio A. P. Machado — Outubro 25, 2007 @ 12:06 am

  3. Este comentário refere-se a uma versão anterior desta página.

    Informação disponível trabalhada.

    Ordenar os exemplos por algum critério (ordem alfabética?)

    Página curta.

    3 pontos.

    Comentar por Virgílio A. P. Machado — Outubro 25, 2007 @ 12:14 am

  4. Tema muito importante.

    Várias referências.

    Assuntos mal arrumados.

    Subtítulo «Planeamento?» mal escolhido.

    Ainda com problemas de formatação do texto, citações e referências.

    4 pontos.

    Comentar por Virgílio A. P. Machado — Outubro 25, 2007 @ 12:21 am


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: